Aprenda como funciona o círculo cromático

Aprenda como funciona o círculo cromático

Falo sempre do uso das cores na decoração, em pontos de cor, e em como deixar a sua casa com a sua cara.

Gosto muito de usar a minha intuição para definir qual estilo vou usar para que meu lar fique cheio de vida e com personalidade. 

Mas, mesmo assim, existem as que ficam com medo de arriscar, e, principalmente, de utilizar as cores na decoração. Afinal, pintar uma parede, por exemplo, é uma tarefa difícil para alguns, e não tão barata assim. Se não ficar como se imagina, pode causar prejuízo e além disso, decepções!

Então, se você é da turma que quer deixar o lar mais colorido, mas morre de medo de ousar, hoje vou te ensinar a utilizar a técnica do círculo cromático.

Com essa ferramenta, você vai ver com é fácil de usar, e  acertar sempre que for criar novas combinação das cores!

>> Entendendo o círculo cromático

Entender o círculo cromático é bem fácil.

As cores foram colocadas em um círculo, de acordo com suas tonalidades, formando um tom sobre tom. 

Ele é formado por 12 cores: 3 primárias (azul, vermelho e amarelo), 3 secundárias (laranja, verde e violeta – que surgem da mistura das cores primárias) e 3 terciárias (essas, surgem da mistura das cores secundárias).

Nesse círculo, as cores vizinhas são chamadas de ANÁLOGAS, e as que ficam em lados opostos, de COMPLEMENTARES.

Outro ponto interessante, é saber que as cores amarelo, laranja e vermelho, são consideradas cores quentes. O azul, o violeta e o verde, são as cores frias.

Esses são os conhecimentos básicos sobre o círculo cromático, e a partir daqui, você já está preparado para ler sobre as melhores opções para combinações de cores na decoração! 

>> Combinando as cores:

  • Cores análogas

    As cores análogas são as cores vizinhas, com baixo contraste.

    Quando utilizadas juntas na decoração, deixam o ambiente mais tranquilo, aconchegante, e elegante.

    Optar por uma paleta de cores análogas, é uma ótima saída para quem tem receio de que a casa fique colorida demais, pois, você vai conseguir colorir o seu ambiente de forma discreta.

    Nas fotos abaixo, temos 2 situações: na primeira, as cores frias escolhidas, tornaram a sala de estar um ambiente leve e tranquilo.

    Na segunda imagem, os tons quentes de amarelo e laranja, dão vida e trazem energia para o quarto de uma jovem.

  • Cores complementares:

    As cores opostas no círculo cromático, são as chamadas cores complementares.

    Aqui, se aplica a regra dos opostos se atraem, pois, apesar de serem cores totalmente diferentes e com alto contraste, combinam perfeitamente entre si.

    Dificilmente uma combinação entre cores complementares, dará errado.

    Geralmente, quando utilizadas juntas, criam um equilíbrio visual harmônico, e trazem dinamismo e alegria para o ambiente.

    Nas fotos abaixo, temos uma cozinha em um clima intimista bem descontraído e elegante.

    Na sala de estar, o tom sóbrio e elegante do roxo, contrasta com o amarelo, que dá um toque casual ao ambiente.

  • Combinação tríade:

    Essa é para quem gosta de muita cor, e não quer errar: primeiro, escolha 3 cores que estejam equidistantes no círculo.

    Depois, escolha a cor que será dominante no ambiente, e utilize as outras 2 para compor e destacar detalhes.

    Se você não está começando a decoração do zero, pode partir da cor do seu sofá, da sua parede, ou de uma outra cor dominante no ambiente.

    Depois , é só ver no círculo, quais as cores que correspondem à sua tríade.

    No ambiente abaixo, a tríade escolhida foi a combinação do azul, com toques de salmão e amarelo, e as parede e o teto sala ficou lindo e com muita personalidade!

    Com essas técnicas, não precisa mais ter medo de utilizar as cores na decoração!

    É só colocar a mão na massa, e deixar sua casa linda, como você merece.

    Não tem mais desculpa!  E aí, me conta se tá tendo muita inspiração boa rolando por aí! Bora colorir?!

Deixe uma resposta